Chuva de meteoros Gemínidas tem pico na quinta-feira (14); saiba como ver

13 de dezembro de 2023

Um meteoro geminídeo registrado em São Francisco, no ano 2009 (Imagem: Reprodução/Brocken Inaglory/Wikimedia Commons)
Foto: Canaltech

A chuva de meteoros Gemínidas, ou Geminídeos, vai ter pico de atividade na noite de quinta-feira (14). Os observadores vão ter também a madrugada de sexta (15) para encontrar algumas “estrelas cadentes” durante o evento, desde que sigam algumas dicas importantes.

Os Geminídeos são conhecidos pela quantidade e diversidade de meteoros que podem ser observados. O hemisfério Norte é mais favorecido por essa chuva, mas os habitantes do hemisfério Sul também podem ter boas surpresas.

Como observar os Geminídeos
O momento exato do pico está previsto para às 16h27, no horário de Brasília, por isso não poderemos observar os meteoros no momento de atividade máxima.

Mas isso não é motivo para nos preocuparmos, já que o evento deve durar toda a noite.

Para observar os meteoros, não é necessário nenhum tipo de equipamento. Na verdade, instrumentos como binóculos e telescópios vão limitar muito o seu campo de visão, diminuindo as chances de ver qualquer “estrela cadente”.

Também é importante fugir da poluição luminosa, ou seja, procurar um local afastado da cidade — quanto menos brilho causado pela iluminação dos postes de luz, melhor.

Outra dica é procurar lugares elevados para aumentar ainda mais o campo de visão.

O ponto radiante dos Geminídeos, isto é, o local de onde todos os meteoros vão parecer sair, é a estrela Castor da constelação de Gêmeos (daí o nome da chuva).

Embora eles possam aparecer em qualquer parte do céu, olhar nos arredores dessa constelação aumenta as chances de vê-los.

Em 2023, a noite vai estar particularmente favorável para essa chuva. É que a Lua vai ter se posto logo após o anoitecer, deixando o céu mais escuro do que em momentos de Lua Cheia, por exemplo.

Por fim, considerando o radiante, um dos melhores momentos para observação será às 2h da sexta-feira (15), porque é quando a estrela Castor estará no ponto mais elevado acima do horizonte.

Como é a chuva de meteoros Gemínidas?
Todos os anos, quase no mesmo horário, a Terra passa pela nuvem de detritos deixada pelo asteroide 3200 Phaethon (ou Faetonte) durante sua passagem próxima do Sol.

Quando isso acontece, alguns desses grãos de poeira acabam entrando em nossa atmosfera e são desintegrados antes mesmo de atingir o solo do nosso planeta.

Foto: bilanol/Envato / Canaltech

A chuva Gemínidas pode trazer até 150 meteoros por hora, mas no hemisfério Sul, o número é reduzido.

Brancos e brilhantes, eles queimam na atmosfera superior da Terra enquanto viajam

A Gemínidas acontece entre 19 de novembro a 24 de dezembro, período no qual apresenta meteoros com características distintas.

Após o pico, a taxa de meteoros diminui drasticamente, mas tornam-se mais brilhantes.

Essa chuva também pode apresentar surpresas muito bem-vindas — é o caso dos Earthgrazer, meteoros que se movem mais lentamente, deixando suas trilhas brilhantes por muito mais tempo. Além disso, eles viajam horizontalmente no céu.

Earthgrazers
O início da noite também vai ser um bom momento para tentar observar o evento, porque vai ser a melhor oportunidade para ver um meteoro Earthgrazer.

A estrela Castor aparecerá por volta das 21h40, e há boas chances de um meteoro percorrer o céu horizontalmente.

Independente do horário escolhido, o melhor jeito de observar é deitado, com alguma coberta ou saco de dormir para forrar o chão e se proteger do frio.

Lembre-se que observar chuvas de meteoros é um exercício de paciência, e pode ser necessário esperar um bom tempo para encontrar algum.

 

 

Fonte: timeanddate, Terra