Gal Costa adiciona cordas em estúdio à gravação ao vivo de canção de Fábio Jr. que lançará em single em maio

(Foto: Marcos Hermes / Divulgação)

Um dos pontos mais altos do show A pele do futuro, estreado por Gal Costa em dezembro de 2018, a lembrança da canção O que é que há (Fábio Jr. e Sérgio Sá, 1982) – balada lançada na voz do cantor Fábio Jr. há 37 anos e até então inédita na voz da cantora – terá testado o potencial mercadológico do número que amplificou a angústia e a ansiedade da letra na interpretação de Gal.

O que é que há é o primeiro single do álbum e DVD A pele do futuro ao vivo, previstos para serem lançados em setembro deste ano de 2019 pela gravadora Biscoito Fino. Só que a gravação de O que é que háprogramada para sair em single em 17 de maio não é a versão ao vivo captada com a presença do público na gravação do show em 22 e 23 de março na cidade de São Paulo (SP).

Um outro take do número – feito por Gal somente com o piano de Chicão, integrante da banda do show dirigido por Marcus Preto – foi captado à tarde, sem plateia.

A essa gravação sem público, foram adicionadas em estúdio cordas tocadas e orquestradas por Felipe Pacheco Ventura, músico da banda carioca Baleia que fez os arranjos de cordas do álbum A pele do futuro. A intenção foi criar a sensação de que a faixa foi inteiramente gravada em estúdio.

Gal Costa lança em setembro o DVD 'A pele do futuro ao vivo', com show captado em março sob direção de Rafael Gomes — Foto: Marcos Hermes / Divulgação

(Gal Costa lança em setembro o DVD ‘A pele do futuro ao vivo’, com show captado em março sob direção de Rafael Gomes — Foto: Marcos Hermes / Divulgação)

No DVD e CD agendados para setembro, a canção de Fábio Jr. será ouvida na versão ao vivo com plateia. O take vespertino complementado em estúdio e previamente lançado como single será faixa-bônus.

Antes da edição do DVD, filmado sob a batuta do diretor de teatro Rafael Gomes, Gal ainda lança em junho um single com a gravação ao vivo de Motor (Teago Oliveira, 2013), blues-rock do repertório da banda Maglore.

Música inédita na voz de Gal, Motor foi gravada em número feito pela cantora com a banda formada por Pedro Sá na guitarra, Pupillo (diretor musical do show) na bateria, Chicão nos teclados, Lucas Martins no baixo e Hugo Hori no saxofone.

O áudio do DVD A pele do futuro ao vivo foi gravado e mixado por Duda Mello, o responsável pelo som exemplar do DVD anterior de Gal, Estratosférica ao vivo (2017).

Gal Costa na gravação do show 'A pele do futuro' em São Paulo — Foto: Marcos Hermes / Divulgação

(Gal Costa na gravação do show ‘A pele do futuro’ em São Paulo — Foto: Marcos Hermes / Divulgação)