Diego Figueiredo vai participar da festa do GRAMMY, dia 26

Agenciado pela Circuito Musical, de Genildo Fonseca, o  instrumentista e arranjador Diego Figueiredo prepara-se para viajar nos próximos dias para Los Angeles, onde participará da cerimônia de entrega do GRAMMY Awards 2020, principal prêmio da indústria musical. Ao lado da cantora francesa Cyrille Aimeé, Figueiredo concorre na categoria “melhor arranjo instrumental com acompanhamento de voz”, com a composição “Marry Me a Little“. A 62ª edição do GRAMMY está marcada para o dia 26 deste mês, no Staples Center, e terá a apresentação da cantora Alicia Keys.

“Essa é a primeira vez que um trabalho meu chega ao GRAMMY — e já fui indicado. Então, é uma alegria imensa. O primeiro trabalho a ser enviado para concorrer acabou se tornando um dos finalistas. Isso é demais. Só de ser nominado já é um grande feito na carreira, fantástico para o Brasil”, comemora o artista de 39 anos, que é paulista de Franca e toca desde os seis anos de idade.

Com 26 CDs e três DVDs no currículo, o músico lembra que a faixa ao lado da cantora francesa faz parte do álbum “Move On: A Sondheim Adventure”, lançado no ano passado. “Temos vários discos juntos e ela me pediu um arranjo especial para quarteto de cordas, violinos e tudo mais”, afirma Diego. “Fui pego de surpresa. Poder representar o Brasil neste prêmio tão importante da música é uma alegria danada”, completa ele, duas vezes premiado no Montreux Jazz Festival, na Suíça, e com apresentações em dezenas de países, entre eles Estados Unidos, Suécia, Alemanha, Japão e China.

Assista ao clipe de “Marry Me a Little”, faixa arranjada pelo brasileiro Diego Figueiredo: