Dólar volta a superar R$ 5,60, mesmo após decisão da Câmara sobre veto presidencial

dólar opera novamente em alta nesta nesta sexta-feira (21), mesmo após Câmara reverter votação do Senado e manter o veto do presidente Jair Bolsonaro à concessão de reajustes salariais a servidores públicos, e tendo como pano de fundo renovadas preocupações sobre o ritmo de recuperação da economia global.

Às 10h11, a moeda norte-americana 0,63%, a R$ 5,6871. Na máxima até o momento chegou a R$ 5,6102. Veja mais cotações.

Na quinta-feira, o dólar disparou em meio às preocupações sobre a trajetória dos gastos públicos e fechou em alta de 0,43%, a R$ 5,5522. Na máxima da sessão, chegou a R$ 5,6730. Na parcial da semana, passou a acumular avanço de 2,26%. No mês, já subiu 6,43%, e no ano, de 38,47%.

Neste pregão, o Banco Central realizará leilão de swap tradicional para rolagem de até 12 mil contratos com vencimento em março e julho de 2021.

FONTE: G1