Karol Conká denuncia assédio em hotel no Rio

Karol Conká desabafou em seu Instagram após intervir em uma situação de assédio no hotel em que estava hospedada no Rio de Janeiro. A cantora criticou a atitude da gerência que preferiu abafar o caso em vez de retirar os hóspedes infratores do local. Karol Conká disse ter resolvido o caso por conta própria.

“Quem teve que resolver fui eu que tive que dar na cara dele. O que eu fico mais indignada é que se eu não fosse causar o ‘auê’ a segurança ia continuar assistindo ele assediando a mulher. Sabe o que foi pior? Quando dei na cara dele, o segurança disse ‘não agrida’. Ele pode chegar, passar a mão na mina, ficar se masturbando e eu não posso dar na cara desse lixo?”, disse a cantora em seu Instagram.

Segundo Karol, hóspedes estrangeiros estavam passando a mão em mulheres sem o consentimento delas e ainda as chamando de ‘putas’. Uma das vítimas falou no vídeo: “E imagina se é uma garota menor de idade? Tinha um monte de cara aqui que não fizeram nada. Ninguém fez nada”, disse a hóspede.

“O pior é a galera justificar a atitude ridícula dele dizendo que está bêbado e fora de si. Eles têm que aprender, não importa se bebeu ou não, que tem que respeitar”, disse Karol, que ainda deu um recado aos fãs: “Quando você se cala diante de uma situação de abuso e agressão, você é cúmplice. Reaja, não fique do lado do agressor, por favor”.

Procurados, o hotel Sheraton Grand Rio Hotel e Resort disse rejeitar qualquer assedio e que a segurança foi acionada para dar o suporte e entrar em contato com as autoridades. Leia na íntegra o comunicado: “A segurança dos hóspedes é sempre uma das maiores prioridades do Sheraton Grand Rio Hotel & Resort. Rejeitamos qualquer assédio. Assim que fomos informados sobre o incidente, chamamos a segurança local e prontamente nos oferecemos para entrar em contato com as autoridades”.

Karol Conka está no Rio de Janeiro para as gravações da nova temporada do “Superbonita”, do canal GNT.

Fonte: Ibahia