Condenado por assassinato de Daniela Perez, Guilherme de Pádua vira pastor em BH

Após 15 anos de conversão, Guilherme de Pádua se tornou pastor da igreja evangélica. A cerimônia aconteceu em Belo Horizonte, onde ele mora, no último fim de semana. As fotos foram postadas pela mulher do ex-ator, Juliana Lacerda, nas redes sociais.

Uma semana antes, Guilherme e Juliana se formaram em Teologia com direito a colação de grau, beca e festa. Juliana e Guilherme se casaram em março deste ano.

Juliana postou emocionada sobre a nova profissão do ex-ator. “Enfim, agora Pastor Guilherme! Ele esperou mais que 15 anos para que esse dia chegasse, mas como nós dizemos, tudo no tempo do Senhor. Chegou o seu tempo meu amor”.

Guilherme de Pádua e a então mulher, Paula Tomaz, assassinaram a atriz Daniela Perez a tesouradas em 28 de dezembro de 1992. Eles foram condenados, cinco anos depois do crime, por homicídio qualificado, a 19 anos e seis meses de cadeia. Posteriormente, a pena foi reduzida a seis anos.

Nas redes sociais a conversão de Guilherme causou revolta. “Vergonhoso o tempo que Guilherme de Pádua ficou preso. Era pra ter deixado ele lá e jogado a chave fora”, comentou um internauta. “O mundo parece estar de cabeça pra baixo, Guilherme de Pádua vai ser pastor!!”, disse outro. “Guilherme de Pádua mata a facadas uma inocente e pode ser perdoado e virar pastor, gays não, esses não merecem o perdão divino e vão pro inferno direto segundo os evangélicos…”, disse uma internauta revoltada com a situação.

Fonte: Ibahia