Auge de ciclone que atinge a Bahia deve acontecer na segunda-feira

A fase mais crítica do ciclone que se formou a 150 quilômetros de Porto Seguro neste sábado (23) deve acontecer na nesta segunda-feira (25). Até lá, a Defesa Civil do estado (Sudec) alertou para o aumento da velocidade dos ventos e a formação de ondas de até 4 metros de altura nas proximidades do Litoral Sul do Estado da Bahia e do Espírito Santo.

De acordo com relatórios de monitoramento climático, os ventos podem atingir 102 km/h em alto-mar e 61 km/h junto à costa, durante todo o período de atuação do ciclone que atingirá seu pico nesta segunda. Inicialmente, a expectativa era que a atividade climática só se formasse no último domingo(24).

A notícia boa é que o ciclone está se movimentando, o que dissipa a força dos ventos no continente. No entanto a Sudic alerta para o perigo do trânsito de embarcações no mar e pede que banhistas evitem a praia durante o período.

Durante a tarde do último domingo o fenômeno foi rebaixado a tempestade tropical. O que deixa os estados da Bahia e do Espírito Santo em alerta por que essa tempestade entrará no território de solo. Ou seja é possível que os dois estados sofram com fortes chuvas carregadas em quase todas as cidades.

Atenção maior para as regiões sul e sudoeste do estado da Bahia. A região norte de Minas Gerais também pode ser atingida.